terça-feira, 18 de novembro de 2008

Quando as coisas começaram a ser politicamente corretas?

Graças ao YouTube eu tenho mostrado algumas coisas que marcaram a minha infância para o Theo. O que mais me deixa impressionado é como a temática era mais livre, o humor mais a vontade e menos preso as regras do politicamente corretas.

Por exemplo, encontrei este episódio dos desenhos da Disney, Aquarela do Brasil, quando o Pato Donald encontra Zeca Carioca. É totalmente lúdico, lisérgico e politicamente incorreto. Mas com ótimas piadas, o Theo assiste, pede para ver novamente e ri muito de quase todas as cenas.

Fica a pergunta, porque de repente ser politicamente correto ficou mais importante do que ser expontâneo e sincero, sem ser preconceituoso?

8 comentários:

Dama de Cinzas disse...

"Fica a pergunta, porque de repente ser politicamente correto ficou mais importante do que ser espontâneo e sincero, sem ser preconceituoso?"

Muito boa pergunta! Já fiz até um post sobre isso! Eu sou fã do politicamente incorreto, sempre me parece mais transparente, mais autêntico!

Legal o desenho... rs

Beijocas

Márcio Fiorito disse...

Cara, pegue o DVD de Armação Ilimitada e assista. Eu fiquei chocado com o quanto mundo mudou em 23 anos. Realmente foi entre 1986 e agora que nós começamos a ser politicamente corretos e chatos pra cacete.

Assista ao DVD. Vale a pena nem que seja como objeto de estudo. Lembranças não fazem jus ao choque cronológico-cultural. :) Você vai ver o quão travados nós somos hoje em dia.

Abração,
Márcio Fiorito

Jana disse...

É uma boa pergunta Leandro.
Mas teu filhote tem sorte, de viver em tempos de YouTube e de ter um pai disposto a apresentá-lo a um universo que não está mais a disposição da criançada.
Sempre que, por ventura, me sento na frente da televisão e fico vendo os desenhos que passam para a meninada hoje em dia, chega a me dar uma tristeza.
Nada mais é como um dia foi.
Sorte que a internéte pode, muitas vezes, virar nossa aliada.

Um grande abraço e valeu pela visita.
Apareça sempre, será muitíssimo bem vindo em meu blogue pretensioso.
:)

Mike Ribera disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mike Ribera disse...

O Dumbo, por exemplo, só aprendeu a voar depois de um porre!

Adriano Queiroz disse...

O YouTube nos dá esta vantagem, de no rever qdo criança.
Um ótimo blog do Daniel: http://alfarrabiodomeucoracao.blogspot.com/

Dá um passadinha lá.

Abraços.

Leandro Bulkool disse...

Dama, eu não sou fã do politicamente incorreto. Mas com certeza prefiro a transparência do que a falsidade forçada pelos padrões aceitos e blá blá blá... rs

Márcio, onde consigo isto? Já está nas locadoras?

Jana, eu tenho me esforçado muito em apresentar a ele algumas coisas que me marcaram.

É Mike, existem várias mensagens nem um pouco indiretas que apenas uma criança não entende.

Márcio Fiorito disse...

Fala, Leandro!

Locadoras provavelmente. Mas foi lançado pra venda no ano passado em um DVD duplo com apenas 10 episódios (são 35 no total dos quatro anos da série). Os dez episódios foram escolhidos pelo Guel Arraes, diretor do programa.

Veja in loco como a velhice tarda, mas não falha! ;)

Abração,
Márcio Fiorito