quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Pai de 2 anos


01. Tem uma vida de constante variação de emoções, muitas vezes conflitantes;

02. Se enche de orgulho, e pânico, ao vê-lo realizando ações como subir em lugares antes nunca explorados por ele;

03. Se enche de orgulho, e pânico, ao vê-lo com coordenação motora para tentar dar suas primeiras cambalhotas;

04. Um resfriado é apenas um resfriado, já não faz mais ligar para o pediatra;

05. Um corte pequeno é resolvido com band-aid;

06. Volta a ter orgulho, e desta vez apenas orgulho, quando o vê querendo imitar algumas de suas ações, como por exemplo dirigir o carro;

07. Se enche, e muito, de orgulho ao vê-lo em cima do sofá para alcançar a janela e chamar as "meninas bonitas" do play;

08. Se diverte, e teme, ao ouvi-lo repetir palavras de baixo calão proferidas por você;

09. Falando no palavreado, se cuida muito mais para que ele não escute tudo que você falava antes;

10. Para que ele não entenda do que está sendo falado, desenvolve a língua inglesa, ou do "p", ao conversar com mãe;

11. Adora perceber como a compreensão do mundo dele só cresce, e teme, chora e se arrepia ao ver que o mundo de hoje não é mais tão aberto e pacífico;

12. Muda a sua percepção de encarar as coisas que já tinha visto antes, como por exemplo filmes antigos, agora é a visão de pai ou projeção de como o filho vai vivenciar algo assim;

13. Sente uma dor incrível ao ter de colocá-lo de castigo, mas sabe que é necessário e faz;

14. Tem a plena consciência de que tudo que faz é visto por ele e marcado como exemplo, e isto enche de orgulho e medo.

Estava com saudades de escrever este tipo de post.

Saiba como foi ser um:

9 comentários:

Rodrigo Müller disse...

mas é um pai coruja, hahaha! grande Bulkool, belo post!

Ock-Tock disse...

Caramba, dois anos! Parece que foi ontem que todo mundo foi visitar vcs no hospital e ver o Theo com cara de joelho :-)

Qualquer post escrito com o coração é um belo post, cara. Parabéns por tudo!

Isabele ♪ disse...

Como o famoso Theo é lindo, gente!

A única coisa que você pode e deve sentir e orgulho mesmo. O pequeno tem cara de arteiro hein rsrsrs Já está até com o caderno nas mãos... rs

Parabéns!!!!!

Smiri disse...

Que lindo! ^^"
Merece os parabéns! xD

Léo Perninha disse...

Foi o Teo que fez aqueles desenhos que estão no caderno no colo dele? É impressão minha ou tem personagens da Hannah Barbera lá?

Parece meio que o Igoo (gorila de pedra dos Herculóides) e meio que o Ookla (Wookie marombado do bábaro Thundaar, "amigo" da princesa-feiticeira, Ariel)

Pô... O Teo já tem bom gosto desde pequeno, hein?

Léo Perninha disse...

Dando um zoom melhor na foto, o maiorzão dos monstrinhos do desenho parece até com aquele "Monstro da Anuidade", de um comercial de cartão de crédito...

Que bonitinho! Era divertido o comercial, e muita gente achava o monstro "fofinho"...

Rsrsrsrs

Leandro Bulkool disse...

Müller, corujão mesmo!

Ock, realmente dois anos que voaram e ao mesmo tempo deram passos de criança.

Isa e Smiri, mui obrigado :D

Perna, este desenho eu fiz para o painel da festa de aniversário. Ele estava aprovando o trabalho e dizendo quem estava faltando, são personagens do Monstros S.A.

Vâmvú disse...

Ótimo post... (rs)
Sou pai também, já passei por isso, sei bem o significado disso tudo que escreveu. Ótimo.
Obrigado pela visita lá no meu Lômas.
Abçs

Janara disse...

Lindo.