quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

A guerra contra a pirataria

A luta contra a pirataria continua e cada vez mais parece que falta muito talento diplomatico para que isto não seja uma guerra.

O episódio desta semana começou com uma ação do APCM (sempre esqueço o que significa esta sigla, mas é a organização anti-pirataria do nosso país) contra o site Legendas.tv. Um pedido da organização fez com que o site que disponibiliza legendas para download fosse tirado do ar.

Isto talvez faça sentido na cabeça de alguém que não pense realmente em resolver o problema, pois é claro que quem faz download de séries e filmes recorre a estas legendas, mas fazer a legenda e disponibilizar on-line não é crime e muito menos pirataria, é um serviço que não agride nenhuma lei (até onde eu sei).

Agora, por outro lado, misteriosamente ontem o site da APCM apareceu com um alerta dizendo "Viva o Download" e quando o usuário clicava em "ok" era redirecionado para o site mais popular de downloads de Torrent. E hoje, na parte da manhã, o site estava fora do ar.

Por isto digo que falta diplomacia, os dois grupos precisam sentar e dialogar, buscar outros caminhos que reduzam o incentivo a pirataria, como por exemplo os preços dos CDs, DVDs e entrada para o cinema, que no nosso país são abusivos. Outra possibilidade é fornecer serviços que valorizem o uso do original e demonstrem que com a versão pirata o consumidor está perdendo algo.

Para esta luta tenha um outro caminho, as pessoas envolvidas terão que pensar fora da caixa e buscar novos caminhos. Por exemplo, achei muito interessante a ação do ECAD em conjunto com a ABPOD (Associação Brasileira de Podcasters) definiram um valor mensal para que os podcasters estejam de acordo com os direitos autorais. Isto é resultado de diplomacia e inteligência.

Acesse também:

2 comentários:

Jana disse...

O Brasil é interessante: o povo é pobre e os cds e dvds são caríssimos.
E para resolver aquestão, todos continuam podando a árvore, ao invés de arrancá-la definitivamente pela raiz.

;)

FERNANDO RAPOSO disse...

Grande Bulkoll,
quero lhe agradecer pelo comentário em meu blog. Estou me esforçando para experimentar coisas novas. Esses painéis que estou fazendo estão me ajudando a entender melhor o PS, uma ferramenta indispensável para ilustradores e diretores de arte.
Bom, lembrei de você recentemente quando lí que o filme do Spirit foi um fracasso de bilheteria nos EUA. Claro que temos sempre que levar em consideração que baixa bilheteria não significa filme ruim nos EUA. Mas de qualquer forma, deve ter uma bela fotografia e Eva Mendes hehe

Abs!!!