terça-feira, 2 de junho de 2009

Ao alcance de todos

O então, Jornada nas Estrelas, era algo muito segmentado. Poucos gostavam e estes tendiam a criar uma relação de fanatismo. Digo isto com propriedade já que três amigos meus de longa data são Trekkers e insistiam que todos os outros vissem os filmes, séries e até mesmo ler alguns livros. Pois bem, eu tentei e sempre, sempre mesmo, detestei esta "franquia".

Por diversos problemas, como por exemplo os personagens que não tinham carisma algum. O roteiro era pobre, chegando a ter como elemento um combate com "Deus". Tudo indicava que não tinha mais saída, as coisas só iriam piorar. Até...

... J.J. Abrams (Lost, Cloverfield). O diretor conseguiu revigorar e permitir que esta mitologia esteja a alcance de todos. Deu carisma aos personagens, fez uma seleção de elenco admirável, mesmo tendo Zachary Quinto (Heroes) como Spock e o cuidado da edição e efeitos sonoros é admirável.

O melhor de tudo é que sai do cinema tendo a impressão que entregaram o "reboot" do Star Trek nas mãos de um fã de Guerra nas Estrelas e isto deu um baita resultado. Em resumo, depois de conseguir mudar a minha opinião, me deixou ansioso para ver o próximo.



Acesse também:

3 comentários:

Eleonora disse...

Eu assisti a todos os filmes no cinema levada pelo meu pai. Sempre saía com a sensação de que não havia entendido algo... Assisti ao novo e adorei! Se não amasse meu marido ia querer casar com o Spock e ter filhos orelhudos!

bjs

Raphael Ph Santos disse...

É por aí mesmo. O JJ deve ser um trekker, mas antes disso, é um cara antenado com as novas tendencias do cinema e, sobretudo, da TV. Logo, um trekker de cabeça aberta fez o que fez e, creio eu, fará muito mais.

QUEIROZ disse...

É engraçado isso não é? Se você Leandro viajasse na máquina do tempo e dissesse para a boyzada do passado que no ano 2000 todos os fãs de Star Wars iriam achar Star Trek o máximo e o Star Wars(nova trilogia fique claro), uma m#rda f#da, acho que ninguém acreditaria.

Valeu Leandro.